Quer emagrecer? Basta comer igual ao homem das cavernas!

Maira Moraes
@maira_moraes

28/03/2011 - 6 COMENTÁRIOS

Imagine que você resolveu fazer um regime e recebeu as seguintes instruções: coma apenas o que poderia caçar, matar, colher ou tirar da terra, igual um homem das cavernas.

Loucura? Pode ser. Mas saiba que essa é a premissa da Dieta Paleolítica proposta no livro The New Evolution Diet – escrito pelo economista americano Arthur De Vany. Ele garante que segue um cardápio semelhante ao de 40 mil anos atrás, ou seja, muita carne, frutas e vegetais. Isso porque, o DNA humano não estaria adaptado para comer alimentos industrializados e cereais.

Mas não adianta manter um cardápio inspirado no que comiam os homens das cavernas. Também é necessário combinar o que se ingere com exercícios físicos, suplementos proteicos e antioxidantes.

Em entrevista à Folha.com, Arthur De Vany explicou: “Voltar às tradições é uma forma de evoluir. Não tento imitar a dieta dos nossos ancestrais, minha proposta é comer à semelhança deles, com alimentos modernos. Com a tecnologia que temos, podemos fazer melhor que eles”.

Correr, brincar e passar fome

Quem quer seguir a Dieta Paleolítica precisa se exercitar como animais selvagens! Arthur De Vany recomenda jogar pedras, correr como se estivesse sendo perseguido por uma onça e brincar como criança. “São movimentos naturais, em que o corpo todo é envolvido, seu músculo e sua mente são desafiados”, afirma.

Ah! Só pode comer a cada dois dias! Arthur De Vany garante que assim você será mais magro, terá mais músculos e melhorará o metabolismo de gordura. “Se você alimenta seu corpo constantemente, nunca queima gordura. Ficar com fome estimula o movimento, afinal, esse era o sinal para nossos antepassados saírem atrás de comida”, defende.

Arthur De Vany acredita também que, apesar de vivermos mais tempo que no Paleolítico, passamos a maior parte da nossa existência com doenças crônicas, como diabetes e obesidade. Isso poderia ser evitado com “a dieta correta”, que para ele seria a Dieta Paleolítica.

Pode ser cilada!

Claro que os nutricionistas e nutrólogos discordam do que prega a Dieta Paleolítica. As organizações internacionais de saúde também não a aconselham.

Em outra matéria publicada pela Folha.com sobre o assunto, o endocrinologista Alfredo Halpern, da Abeso (associação para estudo da obesidade) alerta que diminuir pode até ser, mas cortar açúcares e cereais faz muito mal. “A deficiência de carboidrato pode alterar o funcionamento cerebral. O cérebro se alimenta primeiramente de carboidratos. Duvido de qualquer dieta que deixe de fora algum grupo alimentar”, ensina.

Compare as pirâmides alimentares tradicional e da Dieta Paleolítica:

E aí? Quem tem coragem de encarar a Dieta Paleolítica?

——————

Fontes:

Seguidor da paleodieta defende pontos mais polêmicos

Dieta baseada no Paleolítico é panaceia da vez contra obesidade

Tribo nova-iorquina segue estilo de vida “das cavernas”

Leia Também

Comente no Facebook

6 respostas para “Quer emagrecer? Basta comer igual ao homem das cavernas!”

  1. Yotsugaia disse:

    Deu fome, vou la pegar meu filé de brontossauro e uma cactus-cola.

  2. Se acompanhar cerveja eu topo essa dieta hehehe

  3. Roger disse:

    Na verdade essa "dieta" nem é tão nova assim, pois já li numa revista da década de 90 … Mas eu acho que não faz mal alguma essa dieta … Pra mim até que funciona comer carne, frutas e vegetais, além de um pouco de grãos … O que aprendi é que comida industrializada é que me faz mal e sempre dou preferência a alimentos integrais.E depois que parei de comer açúcar, também nem peguei mais gripe! O errado mesmo é essa porcaria de comida industrializada e muito processada…

  4. jose cicero de olive disse:

    eu encararia numha boa///

  5. Bruna disse:

    Eu e mais milhares de pessoas nos EUA seguimeos essa dieta!! Infelizmente a maioria dos nutricionistas e profissionais da saúde ignoram algumas informações importantíssimas, especialmente no que diz respeito a gordura saturada, carboidratos e cálcio.
    Vamos ao básico
    - gordura não faz mal e não aumenta o colesterol
    - a dieta paleolítica tem sim consumo de carboidratos, apenas os presentes em frutas e legumes
    - o cálcio no leite não é bem absorvido pelo corpo humano! Alem disso, vc pode obter muito cálcio com carnes, especialmente carne de órgãos (que nossos ancestrais comiam muito)
    - principal “combustivel” para seu corpo deve ser a gordura e não o carboidrato. Carboidrato aumenta a produção de insulina, que engorda e faz mal. Gordura é o único macronutriente que não faz isso.

    Quer saber mais? Visite: http://primalbrasil.wordpress.com

  6. Glauco disse:

    Faz sentido – Se durante 2 milhões de anos de existência de nossa espécie a dieta sempre foi esta, então nossa alimentação atual é completamente nociva! Mas acho que pro “homo-modernus” começar uma dieta assim tem que ser aos poucos, pque se iniciá-la da noite pro dia pode ser até prejudicial! É tudo uma questão de adaptação!

Deixe uma resposta

 

Desenvolvido pelo Cientista da Web